6 de novembro de 2014

Ratinho e SBT são condenados à pagar multa a pastor

Conhecido por não ter papas na língua, Ratinho deve pagar uma alta multa por palavras dirigidas à uma igreja evangélica durante seu programa em 2003.
Segundo o jornalista Lauro Jardim, o STJ manteve a sentença que condena o apresentador e o SBT a pagarem R$ 75 mil cada ao pastor chileno Victor Orellana, fundador de uma igreja evangélica que é a favor da homossexualidade.
Ao exibir uma reportagem sobre Victor, Ratinho afirmou que o templo era uma “igreja de viadinhos”, dentre outras frases consideradas ofensivas pela Justiça.

Fonte: RD1